Entrevista Especial
Nelson Araújo
Ano 6 - Edição 28 - Set/Out de 2014

Nosso mundo está repleto de pequenas criaturas que, vistas “mais de pertinho”, revelam formas e cores incríveis!

Publicado em 22 de Janeiro 2014

Nosso mundo está repleto de pequenas criaturas que, vistas “mais de pertinho”, revelam formas e cores incríveis!

Com uma câmera comum, a minha é uma Nikon Coolpix 5400, no modo MACRO, uma área ao ar livre (se bem que ja fotografei insetos lindos dentro de casa...), um pouco de paciência pois nós é que temos que esperar por eles... e às vezes, sorte (insetos acasalando ou borboletas pousadas não é a toda hora...), conseguimos descobrir alguns detalhes deste mundo tão frágil e tão encantadoramente rico!

Com a ajuda da internet ou de amigos, no meu caso, Rodrigo Feitosa, do Museu de Zoologia da USP, conseguimos identificar os insetos, mesmo que parcialmente, e aprender muito sobre nosso meio ambiente.

JOANINHA
ORDEM: Coleópteros
FAMÍLIA: Coccinelidae
GÊNERO: Coccinela

As joaninhas possuem corpo semiesférico, cabeça pequena, 6 patas muito curtas e asas membranosas muito desenvolvidas, protegidas por uma carapaça quitinosa.

Podem medir de 1 até 10 mm, e vivem até 180 dias. Seus ovos eclodem em 1 semana e seu estágio larval é de 3 semanas. Possuem duas antenas para sentir o cheiro e o gosto. Há cerca de 4.500 espécies distribuídas por 350 gêneros distinguíveis pelos padrões de cores e pintas da carapaça.

As joaninhas são predadoras. Alimentam-se de pulgões, moscas da fruta e outros tipos de insetos. Uma vez que a maioria das suas presas causa estragos às colheitas e plantações, as joaninhas são consideradas benéficas pelos agricultores.

CIGARRINHA
ORDEM: Hemipteros
SUBORDEM: Auchenorryncha
FAMÍLIA: Cercopídae

Apresentam coloração diversa, variando do verde claro ao preto, com manchas vermelhas, pretas e amarelas.

O tamanho dos adultos varia de espécie para espécie. Alimentam-se da seiva das plantas, sendo, portanto, consideradas praga para a agricultura. Mas são lindas!!!!

São encontradas em todo o mundo e são a segunda maior família da ordem dos Hemipteros. Há, pelo menos, 20.000 espécies identificadas.

Matéria publicada na 10ª. Edição / 2009

Edições Anteriores
Conheça todas as edições anteriores
da revista viverde.

Cadastre-se

Para receber nossa newsletter, cadastre seu email no campo abaixo.

Apoio