Entrevista Especial
Nelson Araújo
Ano 6 - Edição 28 - Set/Out de 2014

Onça pintada corre risco de extinção

Publicado em Março de 2014
Fonte da imagem: http://ultradownloads.com.br/papel-de-parede/Filhotes-de-Onca-Pintada/

Estudos indicam a existência de menos de 250 onças-pintadas adultas na Mata Atlântica.

Um grupo de 13 pesquisadores brasileiros publicou, na edição de 22 de novembro da revista científica Science, uma carta que alerta sobre o risco de desaparecimento da onça pintada na floresta, com base em estudos científicos realizados pelos autores.

A Mata Atlântica ocupava no passado quase toda a costa brasileira, chegando até a Argentina e o Paraguai. Pedro Manoel Galetti Júnior, professor do Departamento de Genética e Evolução (DGE) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), é um dos autores da publicação.

Os estudos comentados indicam que existem no bioma, atualmente, menos de 250 animais adultos, distribuídos em oito populações isoladas. Com base neste e em outros indicadores, os autores da carta afirmam que a Mata Atlântica poderá ser, em breve, o primeiro bioma tropical a perder o seu maior predador, com efeitos imprevisíveis e, certamente, devastadores.

A carta afirma também que a principal causa do declínio da população de onças pintadas na Mata Atlântica é a caça relacionada aos impactos do animal sobre a pecuária, que acontece inclusive no interior de áreas de preservação.

A Science, juntamente com a revista Nature, é considerada o principal periódico científico multidisciplinar da atualidade.

Edições Anteriores
Conheça todas as edições anteriores
da revista viverde.

Cadastre-se

Para receber nossa newsletter, cadastre seu email no campo abaixo.

Apoio