Entrevista Especial
Nelson Araújo
Ano 6 - Edição 28 - Set/Out de 2014

Projeto Pé-de-Pincha recupera três mil tartarugas no Amazonas

Publicado em 20 de Março de 2014

Ação desenvolvida nas regiões do Mamori e Igapó-Açú contribui para o desenvolvimento da população ribeirinha

Com o apoio da Embratel, o Projeto Pé-de-Pincha já pode comemorar, pois atingiu o marco de devolução para o meio ambiente de três mil tartarugas nas regiões do Igapó-Açu e do Mamori, no Amazonas. A iniciativa começou em 2010 para preservar as populações de quelônios (tartarugas) com o apoio de comunidades ribeirinhas da Amazônia no processo de conservação. Os moradores ajudam a fazer a coleta, biometria e a transferência de ovos de áreas naturais ameaçadas para locais protegidos. A eclosão dos ovos é monitorada e uma nova biometria dos filhotes é realizada antes de devolvê-los à natureza. “As comunidades ribeirinhas estão no entorno de um dos projetos mais arrojados da Embratel, já que atravessamos a Floresta Amazônica com uma estrutura de cabos ópticos, que oferecem suporte à grande parte das operações de telecomunicações do Amazonas”, diz Maria Teresa Lima, Diretora Executiva da Embratel.

O Pé-de-Pincha é um projeto de sustentabilidade realizado pela Embratel. Possui incentivo e acompanhamento da Universidade Federal do Amazonas e do IBAMA. A ação contribui para o desenvolvimento dos moradores e das crianças das comunidades ribeirinhas, que atuam durante todo o processo, da coleta à devolução da espécie à natureza.



Fonte Assessoria de Imprensa
Fotos: divulgação

Edições Anteriores
Conheça todas as edições anteriores
da revista viverde.

Cadastre-se

Para receber nossa newsletter, cadastre seu email no campo abaixo.

Apoio